Pular para o conteúdo

Timão venceu a final do Paulista de 2001 contra um time do Interior

O Campeonato Paulista de Futebol de 2001 foi a 100ª edição do Campeonato Paulista de Futebol, principal campeonato de São Paulo. O Corinthians foi coroado campeão e o Botafogo de Ribeirão Preto ficou em segundo lugar, assumindo a posição de vice. Washington, da Ponte Preta, recebeu o título de artilheiro da competição com 16 gols.

Na primeira fase da competição Paulistão 2001, 16 clubes competiram em apenas 1 grupo, modelo disputado em formato de turno único, onde todos os times jogavam contra todos, com as quatro primeiras equipes classificadas para as semifinais.

Nas semifinais, o Corinthians eliminou Santos e Botafogo de Ribeirão Preto eliminou Ponte Preta. O Corinthians foi coroado campeão e o Botafogo de Ribeirão Preto ficou em segundo lugar. O Corinthians venceu por 3-0 na final em Ribeirão Preto, e por 0-0 na segunda etapa em Morumbi, diante de mais de 80.000 espectadores.

A FPF(Federação Paulista de Futebol) introduziu a novidade de ter dois árbitros em campo para algumas partidas, incluindo a partida decisiva do campeonato. No entanto, não foi uma boa ideia e não foi utilizada novamente até os dias atuais.

Jogadores Titulares (último jogo 0x0):

Corinthians:
Maurício (Gléguer); Rogério, João Carlos, Scheidt (Fábio Luciano), Kléber, Marcos Senna (Gallo), André Luiz, Ricardinho, Marcelinho Carioca, Ewerthon e Gil.

Tecnico: Vanderlei Luxemburgo

Botafogo-SP:

Doni; Gustavinho (César), Bell, Augusto, Chris, Douglas, Luciano Ratinho (Gauchinho), Róbson Nesse (Chicão), Jadílson, Leandro e Robert.

Técnico: Lori Sandri

Jogos das Semifinais – Resultados

Botafogo 2–1 Ponte Preta

Corinthians 1–1 Santos

Ponte Preta 3–3 Botafogo

Santos 1–2 Corinthians

 Ambos os finalistas, o Botafogo e o Corinthians, chegaram a final com 1 empate e 1 vitória (nas semifinais).

Decisão do título

Botafogo 0–3 Corinthians

Corinthians 0–0 Botafogo

O Timão se consagrou campeão paulista de 2001, no primeiro jogo abriu uma vantagem de 3 gols, 2 sendo do Marcelinho Carioca e um do Capitão João Carlos.

No segundo jogo o timão poderia perder de até 3×0 que ainda seria consagrado o campeão, porém um empate foi mais que o suficiente.

Timão Interior